SEMANA DO BEBÊ FUNDARÁ UMA REDE DA PRIMEIRA INFÂNCIA DO DISTRITO FEDERAL

SEMANA DO BEBÊ FUNDARÁ UMA REDE DA PRIMEIRA INFÂNCIA DO DISTRITO FEDERAL

Maria José Rocha Lima*

Na quinta feira (11/04) à noite, tive um encontro mágico com a Embaixadora da Paz  e atriz Maria Paula Fidalgo, ex-comediante do Casseta e Planeta, na Roda de Conversa sobre a Cultura de Paz. Tive a fortíssima intuição de que ali estava o lado que faltava para a criação da Rede da Primeira Infância do Distrito Federal.
A Semana do Bebê, adiada, num momento de vida, de pulsações exuberantes, exigia um rito compensatório para restabelecer o senso de união, de solidariedade, de entusiasmo dos representantes de mais 30 instituções, daquelas pessoas que vinham dedicando tempo, energia e amor à Primeira Infância. Naquela noite, cheia de vida e alegria ,tive certeza de que encontrei não apenas as pessoas altamente qualificadas, que já tínhamos muitas, mas faltava uma parte da comunidade para construir a Rede Distrital pela Primeira Infância. Faltavam os militantes da Cultura de Paz, daquela comunidade unânime, em que todos participam das discussões harmonicamente, de forma tão rara e singular.
Maria Paula, grande atriz do Programa da MTV, do programa de humor Casseta e Planeta e ativista das causas em defesa das crianças do Brasil, me deu a certeza de que a Primeira Infância vai entrar nos corações e mentes dos brasilienses e nada poderá conter esse fluxo de conhecimento, de energia amorosa e poderosa.
A atriz protagonizou a importante Campanha do Aleitamento Materno e a luta pela Licença Maternidade de seis meses para as mulheres brasileiras. Ela vem participando da campanha da Sociedade Brasileira de Pediatria, que resultou no Programa Nacional de Educação Infantil – Pronei -, que visa expandir a rede de creches e pré-escolas gratuitas, de qualidade e em tempo integral, beneficiando a população de baixa renda. E como se não bastasse tudo isto, Maria Paula atua na imprensa publicando deliciosas crônicas em jornais para a reflexão sobre a necessidade de educar com amor; sobre o filho, como o maior amor do mundo; sobre o colinho da mãe; sobre a mamãe leoa; sobre a roda dos inocentes, incentivando a adoção; e ainda, com grande desassombro, fala das armadilhas do feminismo.
A Primeira Infância, que já havia entrado na pauta do Congresso Nacional, da Justiça e da Câmara Legislativa do Distrito Federal, agora entrará para ficar em todo o Distrito Federal.
Quando a Semana do Bebê foi adiada, ouvi palavras de conforto de Ivânia Ghesti,nossa maestrina de redes pela primeira Infância, e de Fernanda Monteiro, a fundadora da bem-sucedida Rede Nacional de Aleitamento Materno, atual assessora da Primeira Dama do DF, Mayara Noronha. Elas me acalentavam, dizendo: “Zezé, a Semana do Bebê foi adiada para fazermos melhor”. E o melhor já começou a acontecer: o encontro com a Embaixadora da Paz e os seus aliados levou ainda mais longe a nossa compreensão da importância dos cuidados e educação amorosa do bebê, a fundação da paz nos coraçõezinhos.    Nas suas crônicas, ela nos lembra  que, “quando o bebê nasce, todo tipo de possibilidade se torna disponível a esse ser, e, quanto maior o aconchego com que ele for recebido, maior será o repertório de atos e pensamentos equilibrados pela vida afora!.” Maria Paula se integrou à equipe de construção da Semana do Bebê, entendendo que a conquista da PAZ começa onde tudo começa, na infância, e por isso, num gesto de compromisso e generosidade com as crianças, me convidou para falar sobre a Semana do Bebê, para envolver todos os presentes.  Os praticantes da Cultura de Paz acolheram a nossa abordagem do bebê, que destaca o abraço como primeiro e fundamental vínculo entre o recém- nascido e a sua mãe: vínculo constitutivo físico, uma vez que dá  contorno e amparo ao bebê humano, que nasce incompleto; e vínculo essencial para a constituição do psiquismo do ser humano. E alertamos que o futuro do bebê depende dos primeiros 1000 dias de vida.
Aquelas falas suaves e profundas de Maria Paula, Monge Sato, Everardo Aguiar, Rejane Pacheco, Elce Guimarães e Patrícia Vitergo  me fizeram entender que na nossa Semana do Bebê faltava um pedaço.

Maria José Rocha Lima-Zezé é Mestre e doutoranda em Educação. Foi Deputada Estadual da Bahia de 1991- 1999. É fundadora da Casa da Educação Anísio Teixeira.

Comente isso

Leave a Reply

FALE COMIGO


Sempre separo duas horas do meu dia para responder os internautas. Será um prazer te conhecer e responder a sua mensagem.

Endereço:

515 Sul, Bloco C, sala 105, Edifício Alpha Brasília
Entrada pela W2

Telefone:

(061) 3245-1573

Horário:

Segunda-Sexta 8h – 20h
Sábado-Domingo 8h – 15h

A hora é de assumir posições, sem ódio, medo e enganação.
Se é para deixar como está, é melhor nem tentar.

© 2018 Todos os Direitos Reservados ~ Equipe Miguel Lucena