PCDF prende empresários e DJs que traficavam drogas sintéticas em festas rave de Brasília

PCDF prende empresários e DJs que traficavam drogas sintéticas em festas rave de Brasília

Polícia Civil do Distrito Federal começou a cumprir na manhã desta segunda-feira (27) 29 mandados de busca e apreensão e 22 de prisão no DF, em Minas Gerais e em Goiás. Os alvos são traficantes de drogas sintéticas.

Segundo a investigação, entre os suspeitos estão DJs e empresários que vendiam os entorpecentes em festas raves que ocorriam em Brasília. As substâncias eram trazidas, principalmente, de Anápolis, Goiânia, Aparecida de Goiânia e de Valparaíso — todos municípios de Goiás.

A distribuição em festivais de música eletrônica era feita “em larga escala” por motoristas de aplicativos, de acordo com a polícia. O grupo também abria empresas em Brasília para lavar dinheiro obtido com a venda das substâncias ilícitas.

A operação, batizada de “Tridente” — por envolver dois estados e a capital do país —, conta com 150 policiais e é feita pela Coordenação de Combate a Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor), com apoio da Coordenação de Repressão às Drogas (Cord) e das polícias de Minas Gerais e de Goiás.



Comprimidos de ecstasy apreendidos com suspeitos de revender ecstasy em festas raves no DF — Foto: PCDF/Divulgação

Primeira fase

A investigação começou no ano passado. A primeira fase foi chamada de operação Arpão e cumpriu quatro mandados de prisão e dez de busca e apreensão nas regiões do Itapoã, Paranoá, Samambaia e no Plano Piloto.

Em outubro, sete homens e uma mulher foram presos pela Polícia do DF suspeitos de integrar o mesmo esquema de tráfico de drogas.

Fonte: G1/Globo

Comente isso

Leave a Reply

FALE COMIGO


Sempre separo duas horas do meu dia para responder os internautas. Será um prazer te conhecer e responder a sua mensagem.

Endereço:

515 Sul, Bloco C, sala 105, Edifício Alpha Brasília
Entrada pela W2

Telefone:

(061) 3245-1573

Horário:

Segunda-Sexta 8h – 20h
Sábado-Domingo 8h – 15h

A hora é de assumir posições, sem ódio, medo e enganação.
Se é para deixar como está, é melhor nem tentar.

© 2018 Todos os Direitos Reservados ~ Equipe Miguel Lucena